De ponta cabeça é mais fácil acalmar o peixe

Você ainda não ouviu dizer do por que virar o peixe de ponta cabeça? Pois bem, os mais experientes provavelmente vão dizer que já sabiam disso, que isso todo mundo já sabe e blá blá… mas precisamos a cada dia mostrar isso para as novas gerações. Aqueles que estão começando no mundo da pesca esportiva são os que mais sofrem com relação a dicas, principalmente com os mais egoístas e experientes. Como eu também me enquadro no quesito iniciante, gostaria de passar essa experiência.

Vivia sofrendo com relação a soltura dos peixes redondos, muitas vezes sem querer acabava até derrubando alguns deles, fala a verdade, eles são peixes complicados de manusear né? Principalmente os de menor porte, que costumeiramente são os mais elétricos e agitados.

A dica dessa semana é justamente a seguinte:

Quando sua pescaria está naqueles dias agitados e os peixes menores dão o ar da graça, não tem como menosprezar também os pequenos guerreiros né? Então nessa soltura rápida a gente acaba pegando o peixe muitas vezes de forma displicente, isso faz com que ele acabe se debatendo e caindo de nossas mãos. Se um dia esse for o seu caso, vale a pena virar o peixe de ponta cabeça.

Tecnicamente segundo especialistas fazendo esse procedimento com os peixes redondos (pacús, tambas, patingas, piranhas e etc.) faz com que eles percam o sentido momentâneo e fiquem num tipo êxtase, e ficando quietos é melhor para o pescador e para o peixe, garantindo sua integridade física.

Caso você queira tirar fotos também com o peixe pequeno, vale algumas dicas que você também encontra em vídeo no link https://www.youtube.com/embed/YTJDyOvqNuU

O pesque e solte é a forma mais econômica e produtiva para que a economia cresça neste quesito no Brasil, vale a pena investir.

Total 25 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

15 thoughts on “De ponta cabeça é mais fácil acalmar o peixe

Deixe uma resposta

CLOSE
CLOSE