Tucunaré: Como, onde e quando fisgar?

 

O Tucunaré é, sem dúvida, o peixe mais esportivo e o queridinho dos pescadores do Brasil e de nós, aqui do Pesca Alternativa.

Reunimos dicas e informações especiais para os fãs da espécies. Veja abaixo:

25_MHG_MichelleCavalcantiO Tucunaré

A espécie está presente nos rios da América do Sul, especialmente no Brasil. Também conhecido como Tucunaré-açu, Tucunaré-paca, Tucunaré-pinima, Tucunaré-pitanga, Tucunaré-vermelho ou Tucunaré-pretinho, são peixes de porte médio, têm em média de 50 a 60 centímetros e pesam uma média entre 3 a 10 quilos. Existem, no total, 14 espécies diferentes de Tucunaré. É um peixe ósseo, mas o que mais atrai os pescadores é a disputa que ele proporciona quando há um fisgado certeiro. Costumam ficar na meia água e frequentam regiões onde há estruturas ou vegetação submersa abundante.

Local
Os Tucunarés preferem ficar às margens em meio a vegetação e objetos submersos, porém abaixo da superfície, em meia água.

Equipamento

Para a pesca em rios ou lagos em meio a natureza, é aconselhável o uso de varas de número entre 8 a 10 de ação média a pesada, para que seja possível efetuar um arremesso com iscas de tamanho maior. Nesse tipo de pesca, também é aconselhável uma linha de 20lb a 26lb (entre 0,35 e 0,45 mm).

Nas represas ou lagos artificiais, uma vara número 6 de ação rápida a média e linha de 15lb a 20lb (entre 0,25 e 0,35 mm) será o necessário para obter bons resultados com Tucunarés de até 5 quilos.

Isca

1O Tucunaré ataca praticamente qualquer tipo de isca artificial. Essa é a modalidade preferida dos pescadores que praticam a pesca esportiva e têm preferência pela pesca do Tucunaré. Nessa modalidade, as iscas de superfície têm mais popularidade pela emoção da pancada que o peixe causa na água depois de ser fisgado. Para a pesca com isca artificial, as mais recomendadas são as iscas de superfície que trabalham como a zaras, jump minnows, poppers, hélices ou sticks.

Para o pescador que prefere as iscas soft também há oportunidade. Os Tucunarés realmente não resistem a um lambari em meia água. Sem chumbo e presos pelo orifício de respiração ou pelo dorso, é fisgada na certa.

Dica

Os Tucunarés, as vezes, não atacam de primeira. É recomendável que você insista em arremessos num mesmo local e sempre procure a margem.

Confronto

Todo pescador sabe que os Tucunarés são bons de briga, além de serem um lindo troféu também.

Deixe a fricção solta, ela é uma ferramenta importante para acalmar o peixe antes de começar a recolher a linha.

Na pesca de superfície, a fisgada é geralmente muito forte, principalmente se estiver utilizando a técnica de pesca com mosca (fly fishing), então não perca de vista sua vara.

Embora com as iscas soft a fisgada seja um pouco mais leve por conta da isca estar submersa, ainda assim será uma boa puxada que irá trazer muita emoção ao pescador porém, quem já pescou utilizando iscas de superfície sabe a emoção especial que dá sentir a fisgada de um Tucunaré.

Trabalhe bem o peixe e tenha paciência. Esse peixe é bem briguento e fará de tudo para escapar, principalmente quando estiver a sua vista – é ai que ele vai brigar com todas suas forças.

É um excelente troféu para tirar fotos e mostrar a seus amigos. Tenha o prazer de soltar quem te deu também prazer em capturar e compartilhar emoções.

 

Da redação, com informações do site Como Pescar

Um pensamento sobre “Tucunaré: Como, onde e quando fisgar?

  1. Oscar Nakashima diz:

    Muito estranho a numeração das varas dadas, 8 a 10 e 6, para linhas, respectivamente, de 20 a 26lb e de 15 a 10lb. Será que não confundiram a numeração de varas para fly com varas para carretilha ou molinete?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Precisa de ajuda
Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.