flechaPara você que adora fisgar belos robalos hoje apresentaremos algumas dicas que serão muito valiosas na sua pescaria.

Em primeiro lugar é importante saber um pouco mais sobre as características da espécie:

O Robalo apresenta o corpo alongado, cores que se misturam entre o prata e o cinza e uma inconfundível listra preta que percorre seu corpo todo. Possui o dorso acentuado e dentes pequenos. As espécies mais conhecidas no Brasil são o peva e o flecha.

pevaQuanto a pesca, é sabido que o Robalo é um peixe pra lá de esportivo quando o assunto são iscas artificias. E, para que o pescador tenha sucesso é necessário seguir algumas dicas para capturá-lo. Isso porque de um jeito ou de outro, essa espécie exige um pouco de técnica, além de arremessos certeiros e conhecimento sobre os hábitos que ele possui.

Onde Pescar:

O pescador leva vantagem quando o quesito é o local que se encontra o robalo, já que ele pode ser pescado tanto em mangues, quanto em praias e canais.

Aqui é importante lembrar a importância da maré, já que por hábito, esse peixe costuma ficar ativo quando a maré está correndo no início da vazante, por isso se há maré ideal, essa é quando ela está correndo o dia todo.

Podemos nos basear também pelas fases lunares e, nesse sentido as melhores ocasiões são em luas minguantes e crescentes.

Quanto o robalo não está caçando, costuma ficar entre as estruturas do local. Elas podem ser troncos submersos, pedras, galhadas e assim por diante.

Situações que podem dificultar a pescaria:

Se a maré estiver movimentando a água muito rapidamente, provavelmente o movimento irá levantar a sujeira que estiver no fundo e, isso fará com que o peixe não queira caçar, já que ele prefere presas fáceis, que ocorrem quando a maré corre de forma devagar.

Equipamentos:

Para esta pescaria a preferência é a utilização de varas de ação rápida, já que elas envergam aproximadamente 1/3 do cabo e não demoram para voltar a posição normal depois da fisgada ou do trabalho com as iscas. A fisgada deve ser imediata e esse tipo de equipamento facilita

Se for usar bóia: Acompanhe uma dica do Marcão na montagem do equipamento com bóia, clicando aqui

Se for usar iscas naturais: Utilizam-se o camarão vivo, o corrupto vivo, o lambari, o mamarreis, o barrigudinho, a piaba e a manjuba.

Se for usar iscas artificiais: Pode-se utilizar iscas de meia-água, superfície ou fundo.

O tipo e a coloração dela dependerá do clima de onde se pretende pescar.

Sticks, Sputinicks e Zaras em geral dão bons resultados. Além dessas ainda podem ser utilizadas bombers, jigs de pena, grubs, plugs de meia-água, streamers, poppers e bugs. Nas cores as mais funcionais são as combinações de branco com vermelho, branco com verde limão, rosa, laranja, verde limão ou transparente.

As artificiais mais utilizadas por aqui são as streamers. Essa é uma isca que deve ser trabalhada, em qualquer que seja a situação. Em locais onde haja correnteza como, pequenos ribeirões e rios, trabalhe de preferência a favor da mesma dando pequenos toques sem recolher a isca, agora, em locais sem correnteza, devem ser trabalhadas com pequenos puxões na linha. O importante é alterar as velocidades de recolhimento bem como a quantidade de linha que se recolhe.

Dicas Importantes:

  • O robalo é um peixe que muda seu comportamento com muita facilidade. Algumas alterações climáticas podem interferir muito no seu comportamento. Ex: ventos, movimento das marés, temperatura, transparência da água, materiais em suspensão, pressão atmosférica, chuva, luminosidade, etc.
  • Com a temperatura da água superior a 21 graus, o robalo torna-se ativo na superfície. Abaixo desta até aproximadamente 15 graus CC, pode ser encontrado à meia água e fundo. Temperatura inferiores a 10 graus CC geralmente é imprópria para o robalo.
  • A pressão atmosférica é fundamental para a sua pesca, onde o ideal vai entre 1015mb e 1017mb.
  • Tente praticar o pincho bem perto das estruturas e, se possível, dentro delas. É lá que o robalo costuma estar.
  • Evite fazer barulhos nesse tipo de pescaria e procure aproximação lenta do local que vai pescar.
  • Teste os tipos de isca, suas cores e a profundidade, até achar a que está dando mais resultados para aquele momento.
  • Use a maré como sua aliada para levar a isca até a estrutura, pesque a favor dela.
Curtiu essa dica? Aproveite e deixe seu comentário logo abaixo.
Total 48 Votes
1

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

8 thoughts on “Dicas – Como fisgar o robalo

Deixe uma resposta