Primeira impressão da estréia na pesca de robalos no mangue

Olá, estamos de volta para que possamos dividir mais experiências da pesca esportiva, novas técnicas, novas dicas. Relembrando sempre que as experiências relatadas aqui são tudo aquilo que DEU certo e também aquilo que NÃO de certo em MINHAS pescarias.

No relato deste mês quero dividir com vocês sobre minha primeira experiência na pesca de robalos no mangue do litoral sul, mais especificamente em Cubatão-SP, na Ilha Caraguatá, com meu amigo e guia de pesca Paulinho Raquel, como é mais conhecido.

ANTECEDÊNCIA NEM SEMPRE EVITA SURPRESAS COM A NATUREZA

Acabei marcando essa pescaria com certa antecedência, para que não houvesse surpresas com relação à logística, mas não há como evitar eventos naturais, como uma frente fria, que foi o caso. Justamente um dia antes houve uma mudança repentina por um fenômeno natural que aconteceu no litoral sul e interferiu na temperatura e clima.

Marcar a pesca de robalos antes é importante pela maré, já que é a própria que dita o ritmo da pescaria deste peixe fantástico, que vai fazendo mais fãs a cada dia, inclusive este que os escreve. É legal perguntar para o guia de pesca contratado qual o dia que a maré estará mais favorável para a pesca do robalo.

MATERIAIS UTILIZADOS

Assim como a maré, é importante perguntar ao guia os materiais adequados para serem levados no dia da pesca, ressaltando que a pescaria foi realizada apenas com iscas artificiais.

MATERIAIS QUE EU UTILIZEI:

VARAS:

  • 5’6 PÉS DE 17 LIBRAS DE MOLINETE – JIG E PINCHO
  • VARA DE 5,6 PÉS DE 14 LIBRAS DE CARRETILHA – PINCHO
  • VARA DE 6’ PÉS DE 17 LIBRAS DE CARRETILHA – JIG

CARRETILHAS E MOLINETE:

  • 1 MOLINETE 1500
  • 2 CARRETILHAS DE PERFIL BAIXO

LINHAS:

  • MULTIFILAMENTO: 18 LIBRAS 4X E MULTIFILAMENTO 28 LIBRAS 4X.
  • LÍDER: FLUORCARBON DE 0,52 MM

ISCAS:

  • PLUGS DE SUPERFÍCIE, MEIA ÁGUA E FUNDO, ALÉM DO TRADICIONAL CAMARÃO ARTIFICIAL COM CABEÇA DE JIG-HEAD

MATERIAIS IDEAIS E O POR QUÊ?:

VARAS:

  • 5’6 E 6’DE 12 A 14 LIBRAS – NO MANGUE DE CUBATÃO NÃO É NECESSÁRIO UM MATERIAL ACIMA DESTE PADRÃO, ENTRA PEIXE GRANDE, MAS ESTE TIPO DE VARA AGUENTA UM PEIXE MAIOR E AINDA DÁ PRA SE DIVERTIR COM OS PEQUENOS.

CARRETILHAS E MOLINETES:

  • CARRETILHA DE PERFIL BAIXO E MOLINETE TAMANHO 1500 A 2500 NO MÁXIMO PARA O LOCAL, PELOS PADRÔES ACIMA CITADOS.

LINHAS

  • LINHAS DE 14 A 30 LIBRAS, QUANTO MAIS FINA A LINHA MELHOR PARA A SENSIBILIDADE NA HORA DE JIGAR, E UMA LINHA UM POUCO MAIS ESPESSA PARA O PINCHO.
  • LÍDER: FLUORCARBON DE 0.37 MM ATÉ 0.48 – VARIA MUITO DE EQUIPAMENTO E PRINCIPALMENTE DO COMPORTAMENTO DO PEIXE NO DIA.

ISCAS:PLUGS DE SUPERFÍCIE, MEIA ÁGUA E FUNDO, ALÉM DO TRADICIONAL CAMARÃO ARTIFICIAL COM CABEÇA DE JIG-HEAD

POR QUE EU COLOQUEI AS DUAS ESPECIFICAÇÕES?

Coloquei desta forma, pois era o que eu tinha no dia, me refiro mais ao quesito financeiro, pois como muitos dizem e isso é bem controverso, “o melhor equipamento é aquele que temos condições de comprar”.

DIA DE PESCA – PRODUTIVIDADE

Não foi um dia em que saiu peixes de porte acima da média, as maiorias dos peixes capturados foram de porte pequeno. O dia começou e terminou nublado com uma temperatura amena, mas devido à mudança climática repentina com certeza alterou o comportamento dos peixes maiores.

Meu primeiro robalo foi da espécie Peva, onde o trabalho da isca foi mais lento, depois saíram alguns robalos flecha e um de um porte um pouco maior, que mais abaixo contarei como o capturei neste dia. Saíra alguns xareletes ou carapaus, que deram também um charme a mais na pesca.

PRIMEIRAS IMPRESSÕES DO ROBALO

O robalo me convenceu do que todos já haviam me falado antes da pescaria. “O robalo é enjoado”, “O robalo é manhoso”, “na pesca de robalo tudo depende”, “O robalo é um peixe forte”, entre outras frases… O que eu posso dizer é que o robalo é um peixe maravilhoso que deveria ser proibido matar! Forte, astuto, estrategista, e tantos outros adjetivos que o podemos descrever. O robalo deixou uma impressão excelente e que com certeza voltarei para pescar mais!

DICAS – ESSAS POR MINHA CONTA

  • ROBALO MAIOR QUE CAPTUREI NESTE DIA: Com um camarão de silicone de 7cm coloquei um anzol snook hook, ou anzol robaleiro do tamanho proporcional da isca, sem cabeça de jig, sem nada, apenas anzol e camarão artificial, coloquei um suporte com dois anzóis engate rápido ou snap. Com esse estilo a isca tende a descer mais devagar e com um nado mais natural, foi assim que capturei o peixe maior;
  • ARREMESSO: Para capturar o robalo o arremesso precisa ser o mais preciso possível, para poder tirar o peixe da galhada, um palmo de distância já faz a diferença. TREINE MUITO ARREMESSO ANTES DE IR PESCAR ROBALO!
  • REPELENTE E PROTETOR: Não se esqueça de levar repelente e protetor, ambos são muito importantes para que sua pescaria seja um prazer e não uma dor de cabeça. Tem muitos mosquitos que quando aproximamos do mangue nos ferroam. Com relação ao sol, embora esteja nublado, não caia nesta armadilha, dias nublados costumam queimar mais ou igual os dias em que o sol está a todo vapor.

AGRADECIMENTOS

Neste dia, tive o prazer de ter ao meu lado meu primo Antonio Migliorelli, que também fez sua primeira pescaria de robalo, além do guia Paulinho Raquel, que já participou por diversas vezes do programa Enrosco aqui do Pesca Alternativa, ele foi de fundamental importância para ir aos pontos certos e para que antes da pescaria me passasse às dicas da pesca do robalo.

CONTATO:

Paulinho Raquel Guia de pesca: 11 94774-2802

FINALIZAÇÃO

É uma satisfação estar presente em mais esta temporada do site Pesca Alternativa, que 2018 seja um ano de muitas pescarias e aprendizados, mensalmente estaremos juntos passando dicas e curiosidades do que acontece em minhas pescarias.

Julio Stevanelli, Jornalista e Pescador Esportivo.

Total 5 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Deixe uma resposta